Escola Batista Shalon

Colhemos hoje o que plantamos no passado, no coração e na mente de nossas crianças e jovens. A geração atual é matéria-prima da sociedade futura, que será governada pela filosofia de educação que formou sua liderança.

Entendemos educação como o processo de desenvolvimento de uma vida para atingir seu pleno potencial, no serviço ao próximo e no cumprimento do propósito de Deus. Nesse sentido, implica tanto a competência quanto o caráter. É missão primordial dos pais e também da igreja, por extensão da escola e, consequentemente, da comunidade também, compromissados em preparar a próxima geração.

A Escola Batista Shalon teve início no ano de 1992, através do Pastor Odilon Vergara (Pastor da Mantenedora Igreja Batista Shalon), que desejava ensinar crianças e prepará-las para obterem sucesso na vida. O passo inicial para a materialização desse desejo foi a aquisição, por parte da mantenedora, de uma casa que abrigou os primeiros seis alunos da escola. Em 1993, foram reunidos os pais em um sistema de mutirão, para ampliar as dependências da escola.

No ano seguinte a escola foi autorizada como Pré-Escola – Jardim de Infância Batista Shalon, através da Resolução nº. 6.964/93, de 31 de dezembro de 1993. Cinco anos mais tarde, mediante mais ampliações e reformas na infraestrutura da escola, a Resolução n.º 555/98, de 27 de fevereiro de 1998, autoriza a implantação de 1.ª a 4.ª séries e a escola passou a funcionar como Escola Batista Shalon – Educação Infantil e de 1.º Grau.

Pais ou responsáveis, alunos e professores são unânimes em afirmar que a escola é uma extensão da família.

Trabalhar uma educação de excelência através de princípios cristãos, em aliança com as famílias, gerando alunos líderes, competentes e influentes na sociedade.
Formar com excelência acadêmica, uma geração de caráter cristão, agentes de transformação da sociedade nos padrões da palavra de Deus.

Nossa missão é desenvolver a capacidade racional de nossos alunos e instruí-los em viver os princípios que farão diferença no seu modo de ser e de ver o mundo.

“Ensina a criança o caminho que deve andar e ainda quando for velho, não se desviará dele” – Provérbios 22:6

Educação por Princípios

A Abordagem por Princípio tem sido chamada de “ensino e aprendizado reflexivos”. É o método histórico da América de raciocínio bíblico que coloca as verdades (ou princípios) da Palavra de Deus no coração da educação. Pensar e raciocinar a partir de princípios e liderar ideias usando o método Notebook para pesquisar, raciocinar, relacionar e gravar.

A Abordagem do Princípio foi redescoberta e restaurada à educação cristã americana do século XX pela fundadora da Fundação para a Educação Cristã Americana (FACE), Rosalie Slater, que identificou sete princípios da história e do governo cristãos americanos em seu livro fundamental Ensinando e Aprendendo os Cristãos da América. História: A Abordagem Princípica.

As pessoas freqüentemente perguntam, então qual é a Abordagem por Princípio? Por que é diferente de outros métodos de educação? O que torna o currículo do Plano de Noé tão diferente de outros currículos cristãos?

As respostas a essas perguntas são encontradas na filosofia e no método de ensino da Abordagem por Princípios.

Dois modelos de educação:

A filosofia e metodologia da Abordagem dos Princípios baseia-se em dois modelos históricos de educação para desenvolver o caráter cristão e a erudição cristã. Um modelo é encontrado na Bíblia, o método hebraico do professor o mentor. A outra é de nossa distinta herança cristã americana no início do período colonial, a era fundadora que deu origem à nossa liberdade.

A pedra angular

A Abordagem do Princípio é uma maneira de ensinar e aprender que coloca a Palavra de Deus no coração de cada assunto e ensina ao aluno como pensar e aprender. A filosofia e o método incluem essas três características distintas:

  • Ensinar os alunos a raciocinar biblicamente por si mesmos, produzindo excelente erudição cristã
  • Nutre o autogoverno individual de cada aluno, levando-o a assumir a responsabilidade por sua própria educação e crescimento
  • Define toda a aprendizagem no contexto da mão de Deus movendo-se na história providencial – Sua História
  • Defende o professor e os pais como um livro de vida, o mentor essencial, exemplo e mediador de aprendizagem para o aluno.

*Conteúdo extraído da página: http://www.face.net/?page=principle_approach , traduzido por Escola Batista Shalon.

Nossos Diferenciais

Método de aprendizado: Pesquisar, Raciocinar, Relacionar e Registrar (PRRR).

Pesquisar: Fazer estudos de definições do conteúdo a ser estudado (o conhecimento já construído, modificado e aperfeiçoado ao longo da existência humana). “Buscar e examinar com um contínuo cuidado; buscar diligentemente a verdade, inquirir, averiguar com diligência durante a busca dos princípios; busca continua e laboriosa da verdade” Webster (1828)

Raciocinar: Produzir habilidades de pensamento crítico e abstrato que levem a ideias originais a respeito do que foi pesquisado. “Concluir com base em princípios, inferir conclusões, deduzir novos conhecimentos propostos a partir de propostas prévias” Webster (1828)

Relacionar: Através de textos, teatros, relatos orais e escritos, mostrar lições aprendidas e relacioná-las a sua própria vida, comunidade, cidade, estado, país, mundo e às disciplinas do currículo, integrando, portanto, o conhecimento. “Relacionar os detalhes de um evento, restaurar, unir por enlace ou parentesco” Webster (1828)

Registrar: Os professores e os alunos fazem um registro escrito do que pesquisaram, raciocinaram e relacionaram. O professor estabelece o padrão deste registro que exalta a erudição e incorpora a prática do PRRR. “… escrever, registrar em um livro ou papel, qual o propósito de preservar uma evidência autêntica e correta de algo, fazer com que algo seja recordado” Webster (1828) Deste modo, a abordagem reflexiva no processo educacional privilegia o entendimento, para haver transformação de dentro para fora, do pensamento para a.